quarta-feira, 18 de janeiro de 2017

Piso e Consulta FENAM têm novo valor para 2017

Piso e Consulta FENAM têm novo valor para 2017




Foto: FENAM 

13/01/2017

A Federação Nacional dos Médicos (FENAM) divulgou nesta sexta-feira (13), o novo piso salarial dos profissionais médicos. Para 2017, o valor pleiteado é de R$ 13.847,93 para 20 horas semanais de trabalho. O valor é reajustado anualmente e serve para orientar as negociações coletivas da categoria.  

O aumento é calculado segundo o Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC), do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). O índice acumulado, em 2016, foi de 6,58%.
A Consulta FENAM também teve o valor alterado e agora passa a ser de R$ 170,00. O valor é o mínimo proposto pela FENAM para uma consulta médica. Durante meses, a entidade, buscou pesquisar juntamente dos sindicatos filiados para chegar a um valor que contemplasse os anseios da categoria e incluísse custos operacionais e de remuneração do trabalho médico.
O presidente da FENAM, Otto Baptista, defende que o valor do Piso seja a remuneração mínima a todos os médicos, tanto no serviço público quanto no privado. “O empregador sempre vai colocar obstáculos para o pagamento do Piso FENAM. Por isso, devemos ter a consciência do valor da nossa formação e do exercício da medicina. O primeiro passo é estabelecer estratégias em cada sindicato de base, pleiteando o que é justo”, explicou. 
Confira a evolução do Piso FENAM:
2001 R$ 2.132,89 - 10 horas/semanais      
2002 R$ 2.132,89 - 10 h
2003 R$ 2.711,11 - 10 h                                  
2004 R$ 2.947,24 - 10 h
2005 R$ 3.313,24 - 10 h                              
2006 R$ 3.353,33 - 10 h
2007 R$ 3.481,76 - 10 h
2008 R$ 7.503,18 - 20 h
2009 R$ 8.239,24 - 20 h                                   
2010 R$ 8.594,35 - 20 h
2011 R$ 9.188,22 - 20 h                                
2012 R$ 9.813,00 - 20 h
2013 R$ 10.412,00 - 20 h                                  
2014 R$ 10.991,19 - 20 h
2015 R$ 11.675,94 - 20 h
2016 R$ 12.993,00 - 20 h
2017 R$ 13.847,93 - 20 h

Fonte: FENAM 

Nenhum comentário: